facisa


Serviço Social


Autorização: pela portaria nº1619 de 13 de novembro de 2009

Sobre o curso

         A proposta do Curso é formar assistentes sociais preparados para administrar, planejar e executar serviços sociais e programas institucionais, ampliando os espaços de participação e acesso dos cidadãos aos direitos e benefícios sociais. Através de três núcleos de formação de fundamentos, são oferecidos ao aluno elementos para a compreensão das necessidades humanas e sociais. A grade curricular prevê a formação intelectual dos estudantes e o desenvolvimento da capacidade de analisar a realidade e propor alternativas de intervenção. Através dos núcleos de formação Básica e de formação Geral e Cultural, os estudantes têm, também, a oportunidade de interagir com alunos de outros departamentos da FACISA, o que permite o intercâmbio de experiências e promove a elaboração de um conhecimento interdisciplinar. A intervenção na questão social caracteriza a profissão do Serviço Social é por esta razão que, a partir do quinto período, o aluno inicia suas práticas profissionais em Instituições Públicas, Organizações Não Governamentais e Instituições Privadas. O estágio tem como principal objetivo a capacitação do estudante para o exercício profissional e representa a instância que possibilita a articulação entre o conhecimento e a ação.

Perfil do profissional

         O Assistente Social atua diretamente em diversos campos e instituições da sociedade, estando habilitado para desenvolver as suas atividades nos âmbitos governamental, não governamental e privado. O profissional está preparado para trabalhar em áreas como educação, família, saúde, habitação, gênero, trabalho, lazer, assistência, sistemas penitenciários, reabilitação e previdência social. Além da intervenção direta na questão social, o Assistente Social formula e implementa propostas para o seu enfrentamento e encontra-se capacitado para planejar, executar e gerenciar projetos sociais. A defesa dos direitos sociais e a construção de uma sociedade justa e igualitária conduzem as ações empreendidas por esse profissional. O Serviço Social foi regulamentado como profissão pelo Decreto-Lei nº 3.252 de 27 de agosto de 1957. A legislação vigente na atualidade é de 1993 e atribui ao Assistente Social, entre outras coisas, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos de Serviço Social; Assessorar e dar consultoria a órgãos públicos, empresas privadas e outras entidades em matéria de Serviço Social; realizar vistorias, perícias técnicas, laudos periciais, informações e pareceres sobre a matéria de Serviço Social.